Visitem também o site do nosso mosteiro e a nossa loja virtual!www.abadiadaressurreicao.org/ www.ressurreicao.org.br/lojavirtual

quinta-feira, 17 de julho de 2014

DESPEDIDA DE UM AMIGO...

Encontrar um amigo é bem mais que encontrar um grande tesouro.
O tesouro se corrói com o passar do tempo,
Pode, inclusive, ser roubado ou até mesmo perdido...
Um amigo é bem mais que um valioso tesouro,
Porque ele vale, não por aquilo que ele tem, mas por quem realmente ele é.
Um amigo é expressão de amor verdadeiro e livre.
A liberdade de se ter uma amizade é justamente essa alegria que deve nos envolver,
Quando somos capazes de ver partir o amigo que se distancia fisicamente de nós,
E vai ao encontro de um Amigo ainda maior...
Nosso amigo está partindo,
Está retornando à sua Origem primeira...
Deus é o ponto de partida e,
Ao mesmo tempo, Ele é o ponto de chegada.
Hoje, tudo está perfeito!
Mas e a dor da separação?
E estas lágrimas em rostos tão diferentes que sofrem?
É a despedida deste mundo para o nosso amigo,
Que já está em Deus, até porque, ele nunca esteve distante de Deus...
Tudo está acontecendo exatamente como Deus quer
E a nossa tristeza,
Um dia se mudará em alegria,
Porque vamos nos reunir na Casa do Pai,
Onde muitas moradas estão preparadas para cada um de nós...
Vamos nos encontrar, um dia, no Grande Dia, que será eterno.
Um amigo de verdade divide com os amigos o amor, a fé, a esperança e,
Sobretudo, desse nosso amigo que parte hoje,
As belas partilhas foram feitas através do seu contínuo bom humor...
Amigo verdadeiro é livre para ser amigo de todos,
Sem jamais deixar de ser quem ele é para todos.
Amizade não se calcula pelo tempo em que os amigos se conhecem ou passam juntos,
Mas pela qualidade de cada encontro, porque é único para cada um.
Amigo de verdade não se perde, mas quanto mais ele é partilhado,
Mais riquezas os amigos ajuntam...
Um amigo jamais é roubado,
Porque ele é sempre livre para ir e vir em qualquer momento ou situação,
Porque levamos no coração a certeza de que ele virá,
Tão logo precisarmos da sua presença...
Assim, podemos levar essa certeza no coração:
Nosso amigo, parte, hoje, mas permanece vivo no nosso coração.
Nossas lágrimas jamais poderão manifestar tudo o que sentimos no coração e na alma,
Mas estas lágrimas servirão para lavar e purificar o nosso coração,
Para termos a coragem de um filósofo cristão que disse:
“Ama verdadeiramente quem é capaz de dizer: Tu não morrerás!”
É assim que devemos nos despedir,
Com a certeza de que ele jamais morrerá,
Porque tudo aquilo que nós aprendemos com os ensinamentos desse nosso amigo,
Continuará vivo através de cada um de nós, pois colocaremos tudo em prática no nosso dia a dia.
Amigo que vai para junto de Deus, se torna Anjo para velar e cuidar daqueles que ficaram para trás,
Sobretudo, para enxugar as lágrimas e consolar os corações daqueles que ele tanto amou...

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

ESTRELA QUE BRILHA...

Estrela que brilha no mais alto dos céus,
Cintilante anuncia a chegada de Deus,
Feito carne no mundo, nossa carne assumiu,
Como Filho amado de Deus numa Cruz nos remiu...

As vozes dos Anjos, cantando, despertam,
Os pastores, que ainda com medo atestam,
Um Messias menino numa gruta encontrado,
Reconhecido no amor e, por amor encarnado...

Uma Virgem tão bela contempla seu Filho,
Os seus olhos revelam no fulgor de um brilho,
Que o Menino é Deus, que Ela foi escolhida,
Como a flor mais perfeita num jardim, numa terra florida...

Cantam os Anjos, cantam os homens, e todos acolhem
Com grande alegria, os passantes à gruta acorrem,
Porque grande é o mistério que a todos envolve,
Na esperança que tudo outra vez se renove...

De um lado da gruta também tem um homem,
Em sua nobre beleza, envolvido em silêncio, o torna tão jovem,
É José o seu nome, ele é carpinteiro, é justo e perfeito,
Para ser ao Menino um sinal de renúncia, de amor e de respeito...

Bom José, meu bom José, ao lado de Maria, um homem santo,
Em meio aos perigos, por vezes, certamente, enxugou seu pranto,
Encorajando a Jovem com o Filho amado, no amor tão merecido,
Também seu coração de pai se mostrou docilmente enternecido...

Tantas fugas por caminhos percorridos e, pela fé, já assumido,
Os cuidados pela Mãe ainda jovem e o Filho adormecido,
Despertaram em teu peito muita dor, sofrimento e agonia,
Com firme esperança caminharam na certeza de que Deus os protegia...

Olhe agora estes teus filhos, teus devotos entre o povo,
Elevando até os céus, nossa voz num canto novo,
Exaltando a divindade de Jesus, Deus pequenino,
Que tornou divinizado o coração semelhante ao do Menino...

José, meu bom José, com Maria, a escrava do Senhor,
Desperta em nossas almas o mais belo e puro amor,
Pois Jesus ao vir ao mundo, todo o mundo consagrou,
Quando o céu tocou a terra e Deus mesmo, no amor a fecundou...

























segunda-feira, 2 de setembro de 2013

SE EU PUDESSE VOLTAR NO TEMPO...

Se eu pudesse voltar no tempo,
Seria justamente para aquele momento sublime,
Tão único e tão perfeito, como foi aquele do nosso encontro.
Lembro-me dos teus olhos e da tua timidez,
Recordo-me do teu sorriso e das tuas palavras,
Capazes de despertar em mim o amor adormecido.
Cada sonho partilhado deu início à nossa história,
E cada dia foi testemunha da verdade do que vivemos.
Se eu pudesse voltar no tempo,
Ousaria mais e te amaria com amor infinito.
Se eu pudesse voltar no tempo,
Seria para pedir o teu perdão pelos meus erros,
Para prometer, no recomeço, a fidelidade do meu amor,
A cumplicidade para cada momento,
E a certeza de que se eu pudesse voltar no tempo,
Mesmo que por uns poucos segundos,
Seria para repetir, sussurrando nos teus ouvidos,
As mesmas palavras sobre a eternidade do nosso amor...

sexta-feira, 5 de julho de 2013

GOSTARIA...


Gostaria de não ter mais sentimentos,
Gostaria de não ter mais nenhum sonho,
Gostaria de não precisar mais das belas recordações,
Dos momentos quase mágicos que um dia tivemos...
Gostaria de apagar as lembranças e esquecer o teu rosto,
Gostaria de não ouvir tua voz, que ainda ecoa nos meus ouvidos,
Gostaria que o passado ficasse distante de mim,
Que, de alguma maneira nada entre nós existisse...
Gostaria que as estrelas jamais caíssem do céu,
Gostaria de não ter a ilusão ao fazer um pedido,
Gostaria que a lua não sugerisse aos amantes o amor,
Para que não brotasse no meu peito o amor desejado...
Nada posso fazer, já não posso impedir os meus sentimentos,
Porque a paixão tomou conta e mudou tudo em mim,
Transformando o meu peito em morada de amor verdadeiro,
Impedindo-me de ser livre para não te amar...
Escravo do amor tornou-se o meu coração,
Que, mesmo sofrendo torna livre para amar outro alguém,
A você que eu tanto amo e, que jamais me amará,
Pois o amor não se compra por dinheiro algum...
Somente posso dizer que te amar me fez tão bem,
Que esse amor gratuito me obriga a ver-te partindo,
Alçando seu vôo para terras distantes,
Onde corações mercenários te farão prisioneiro num amor irreal...
Gostaria, ainda, que tudo fosse diferente e que o teu sentimento,
Livremente viesse de encontro ao meu,
Mas, respeito e acolho o adeus doloroso e te deixo livre,
Para ser feliz e viver a liberdade tão própria de quem sabe te amar...

terça-feira, 16 de abril de 2013

COMO CAVALOS NÃO DOMADOS...


Como cavalos não domados,
Correm livremente, soltos, os meus pensamentos.
Como a terra sedenta e sem água,
Corro ao encontro de um novo amor.
Como o perfume da terra depois da chuva fina,
Aspiro e suspiro as delícias do teu desejo de me amar.
Espero ansioso o nosso encontro,
Preparo minha alma, para acolher e recolher,
Teu amor e, minhas lágrimas, abundantes,
De emoções, jamais sentidas por amor desconhecido.
Mesmo que a morte se antecipe e venha ao meu encontro,
Me desperta num abraço, numa carícia, esta é tua missão...
Sussurra em meus ouvidos palavras de esperança,
Pois eu sei que o amor devolve a vida,
Renova a alma, refaz a história dos amantes...
Prende-me fortemente nos teus braços,
Caso a loucura queira roubar-me de ti,
Deixa-me livre somente se for para viver a liberdade do nosso amor.
Anseio, desejo e espero ardentemente,
Olhar de longe e reconhecer o teu rosto,
Certamente transformado pelo tempo,
Mas com aquela mesma marca indelével do amor,
Que somente ao coração é permitido descobrir e acolher...
Não tardes mais, pois o tempo é inimigo tão cruel,
Capaz de confundir teus olhos para não ver meu coração,
Que sofre a tua ausência e reclama estar contigo,
Num amor que seja eterno e, sempre vivi aqui dentro do meu peito...

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

DIANTE DA BELEZA DO TEU ROSTO...

                                                         
Diante da beleza do teu rosto,
Desperta minha alma para a vida,
Nascendo no meu peito um desejo,
De amor, de amar, de verdadeira alegria,
Pois tudo se renova dentro de mim.
O teu semblante sereno, o teu corpo no repouso,
Faz-me crer as realidades divinas.
Tua beleza se assemelha àquela dos anjos,
Mas, por mais que eu olhe e que procure,
Não vejo as tuas asas nem teus olhos são azuis...
Mesmo sendo somente semelhança, nada mais,
Sinto a tua presença ao meu lado,quando mesmo distante,
Como aquela de um anjo de verdade, sempre muito presente.
Sei, ainda, que esse sentimento tem um nome,
Que se expressa tão real, porque nasceu da amizade,
E, sem nenhuma pretensão, gerou em nós o amor...
Mesmo longe, em tua ausência eu relembro o teu sorriso,
Que renova em mim o desejo de viver pra te amar, no belo amor sem fim...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

OH AMADO DE MINHA ALMA...


Oh Amado de minha Alma,
O teu nascimento renova o meu desejo de viver,
O teu amor me ensina a arte de amar...
O teu jeito de ser é minha inspiração,
A tua misericórdia é o meu projeto de vida,
Pois o teu julgamento é o mais belo e puro amor...
Renovo a cada dia aquele compromisso,
Firmado e gravado no meu coração,
Num desejo sem fim, de no mundo descrente,
Ser um sinal, uma presença amiga que revela o teu rosto...
Oh Amado de minha Alma,
Toma-me nos teus braços, quando minhas pernas falharem,
Abra com amor o meu coração, se endurecido estiver,
Sopra minhas narinas com teu sopro de vida,
Conduza minha Alma para ser sempre tua...
Oh Amado de minha Alma,
Quero só a ti pertencer, como pertences a mim,
Quero sempre te amar com o amor infinito,
Demonstrado ao mundo do alto da Cruz...
Toma-me nos braços e conduze-me à fonte da vida,
Que jorra abundante do teu coração,
E, não permita Senhor, que um só dia eu passe,
Sem lembra-me de Ti e sentir no meu peito,
O desejo e a loucura de a Ti pertencer para sempre...
Oh Amado de minha Alma, meu amor, meu Amado Senhor...